Ideologia, Política, Republicados

O sistema político que prescinde de partidos e lideranças*

Faço um desafio aos que porventura lerem este texto para que me apontem um, apenas um, regime democrático consolidado no planeta que funcione sem a intermediação dos partidos políticos. Hoje à tarde, em manifestação e entrevista coletiva, o Tarso Genro disse que os partidos não são bons nem ruins, mas apenas o que as pessoas fazem deles.

Há muitos e excelentes artigos e postagens no facebook mostrando o que acontece quando os partidos políticos são desqualificados ao ponto das pessoas entenderem que são desnecessários. Qual foi primeiro ato do golpe de 1º de abril? Atirar na clandestinidade todos os partidos que não fossem o do próprio (des)governo.

O vídeo que segue é bastante didático em relação ao que sejam movimentos de esquerda e de direita. Vale a pena ver e refletir. E vale a pena, principalmente, se manter alerta para os perigos que vêm pela frente a partir da atuação dessa imprensa fascista que domina o país.

VÍDEO INDISPONÍVEL

 

*Publicado originalmente no blog Na Cidade de Cabeça pra Baixo, em 21/6/2013.

Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s